18 de setembro de 2010

Autoridade Rodoviária de Países islâmicos corta pé do acelerador de condutores que violaram o Código da Estrada

O código da estrada dos países islâmicos também tem os princípios da lei de talião, que consiste na rigorosa reciprocidade entre o crime e a pena. Sendo assim, todos os condutores que não fizerem pisca ficarão sem o dedo que deveria ter sido usado para accionar o mecanismo, tal como os condutores que enviarem mensagens escritas ou que falarem ao telemóvel enquanto conduzem. “Ainda ontem atropelámos o indivíduo que na semana passada não parou na passadeira. Daqui a pouco, vou colocar a traseira de um carro completamente para dentro e vou condenar um condutor e a mulher a uma queda de 20 metros de uma ribanceira a 180 quilómetros/hora”, afirmou um juiz de um país islâmico.