21 de setembro de 2010

Adultos de Timor não entendem tétum usado pelos jovens nas SMS

A geração LOL está a criar na sociedade timorense uma enorme discrepância geracional. O tétum, língua falada por mais de 1 milhão de pessoas, adoptada pela Igreja Católica como língua litúrgica, pilar da identidade cultural e nacional de Timor, está a ser vilipendiada por adolescentes timorenses que usam calças de ganga descaídas e boxers à mostra e que retiram todas as vogais das palavras e introduzem abusivamente as letras “X” e “K”. “Tantos sacrifícios para tornar este país independente para depois ver os jovens a escrever "kuraxao", “x@n@n@ Gzm@o” e “T-mor Loroxay” ”, afirmou um indivíduo da Geração Boom dos anos 40 e ex-militar da resistência timorense.