13 de novembro de 2009

Brasileiras colocam no perfil do Orkut: “procuro sucateiro português”

A fama da profissão de sucateiro já chegou ao Brasil, onde milhares de brasileiras tentam fugir da miséria e obter passaporte comunitário através de um relacionamento com um português de bons recursos económicos. “Não quero mais conhecer empresários, futebolistas, advogados ou cirurgiões. Quero sucateiros porque é uma profissão que garante uma qualidade de vida única. Se eu casar com um sucateiro posso ter um cartão daqueles com plafond que não acaba mais. Não quero é ser enganada por falsos sucateiros. Eu agora só consigo me apaixonar se o cara conhecer e tiver esquemas com antigos ministros, funcionários autárquicos, militares da GNR e responsáveis da REN, REFER, CP, EDP, Petrogal, Estradas de Portugal e Indústria de Desmilitarização e Defesa”, afirmou Marineide.