13 de abril de 2009

Oposição acusa Sócrates de ter adiado sismos para depois das eleições

José Sócrates já veio tranquilizar os portugueses e garantiu que os sismos ocorridos no centro de Itália não atingirão Portugal. Segundo Paulo Rangel, líder parlamentar do PSD, Sócrates está a utilizar o sismo ocorrido em Itália para fins eleitorais, comprometendo o futuro do país. “O senhor primeiro-ministro anda a mentir descaradamente aos portugueses só para continuar no poder. Adiou dois sismos de grau 6 da Escala de Mercalli só porque iriam acontecer perto das eleições. Em 2011, os sismos adiados serão de grau 8 da Escala de Mercalli. Em 2012, haverá um sismo extra de grau 7, um maremoto de grandes proporções e uma erupção vulcânica que não será brincadeira nenhuma”, afirmou Paulo Rangel.