5 de junho de 2006

Reformas antes dos 80 anos serão pagas em selos

Sócrates anunciou esta decisão logo depois de saber que as contas públicas estavam piores. O engenheiro explicitou as suas intenções: “é pá, é assim: quem quer trabalhar até aos 80 anos está na boa, quem quer ser parvo, terá de se sujeitar à sorte dos selos”. A ideia é colocar numa tômbola vários selos e organizar um sorteio mensal para cada reformado. Haverá vários potes como na Liga dos Campeões, de acordo com os descontos que cada um fez. Se a esperança média de vida continuar a subir, os potes com os selos de maior valor serão retirados. O tecto máximo está definido: duzentos selos comemorativos dos 200 Anos do Grande Oriente Lusitano por mês.