28 de junho de 2006

Já começou o curso de formação de mentirosos compulsivos para a área de atendimento telefónico

Uma das grandes diferenças entre Portugal e os outros países está na constante impossibilidade de contactar com a “pessoa responsável que ficou de tratar desse assunto”. Segundo o mentor deste projecto: “Já que se admite a impossibilidade de se resolver as coisas, convém que cada empresa tenha pessoas que atendam o telefone e que saibam dar uma desculpa extremamente convincente que não denuncie falta de profissionalismo da pessoa ausente”. Este curso destina-se para pequenas empresas já que nas grandes empresas o facto de “não haver sistema informático” desculpa tudo e as pessoas compreendem. E depois temos a TV Cabo que ao longo do tempo levou as pessoas a pensar que a vida tem assuntos fatalmente não resolúveis”. O mentor do projecto acrescenta: “este curso ensina a mentir bem. Notei muitas pessoas inexperientes. Uma delas disse-me que contava a verdade, do género: o doutor não está. Foi fazer um Sudoku e acho que não volta hoje porque era um dos diabólicos".