14 de junho de 2006

Portas e Mourinho combinaram: quando um for para o PP o outro vai para a Selecção

Depois de Mourinho ter afirmado que seria seleccionador nacional daqui a 12 anos, Portas mandou-lhe uma sms a dizer: “12 anos? És doido? Eu não aguento tanto tempo sem ser líder de alguma coisa.” Mourinho respondeu: “Deves pensar que consegues chegar à liderança do PP quanto te apetecer. Eu sou o único ser humano capaz de tudo. Basta estalar os dedos”. Portas respondeu: “eu pelo menos já fui comentador e com isso cheguei a Ministro. Tu nunca serás capaz disso”. Portas declarou aos jornalistas: “isso de ser líder do PP é para quem não quer trabalhar. A minha mãe vai ficar chateada comigo. Penso que posso ser útil ao PP só daqui a 12 anos”. Mourinho estalou os dedos e duas horas depois já estava a fazer o “Estado da Arte”. Portas respondeu com uma conferência de imprensa: “declaro a minha candidatura ao CDS-PP em nome de uma ideia e de um futuro para Portugal”. Uma hora depois, Mourinho estava já na sala de imprensa, com Gilberto Madaíl, para dizer: “Eu sou o especial um”.