18 de agosto de 2008

Portugueses a trabalhar na Venezuela enviam gasolina para família que está em Portugal

As actuais dificuldades económicas sentidas em Portugal devido ao preço dos combustíveis estão a ser compensadas pelo envio massivo de gasolina por parte dos mais de 400.000 emigrantes portugueses radicados no país de Hugo Chávez. Devido aos subsídios à extracção, produção e comercialização interna, a gasolina na Venezuela é a mais barata do mundo (três cêntimos por litro de gasolina sem chumbo, preço abaixo do custo). Os portugueses tão fustigados pela crise têm enviado garrafas de água para a Venezuela como forma de agradecimento já que o preço local de uma garrafa de água pequena é vinte vezes superior ao preço do litro de gasolina.