25 de agosto de 2008

Ignorância leva mães grávidas adolescentes a pedirem testes de ADN para provarem que o filho que carregam é do namorado e de outra fulana

Além do aumento dos pedidos de teste de paternidade através da análise de ADN, algumas empresas portuguesas, devido ao aumento de solicitações, já disponibilizam testes de maternidade alheia a pedido de mães adolescentes ou adultas com grau elevadíssimo de ignorância, ciúme e paranóia em relação ao seu cônjuge. Os testes de maternidade pré-natal custam cerca de 600 euros, os resultados do teste são obtidos em 3-5 dias e têm um risco inferior a 0,5% de aborto espontâneo. Para realizar este teste é necessário realizar uma amniocentese entre as semanas 14 e 20 de gestação para recolher uma amostra de líquido amniótico, sendo necessário juntar as amostras biológicas de todas as mulheres que podem ter tido ou têm um caso com o pai da criança para se apurar a identidade da mãe.