27 de agosto de 2008

Gagos querem speed dating de 3 horas

A Associação Portuguesa de Gagos denunciou esta semana as dificuldades que os gagos enfrentam nos encontros de speed dating, formato em que duas pessoas desconhecidas conversam durante o tempo máximo de 3 minutos. Segundo Cesário Neves, presidente da APG, a existência de um tempo máximo tão curto discrimina os gagos. “Três minutos são insuficientes para um gago dizer o primeiro nome quanto mais para um gago dar-se a conhecer. Os gagos precisam de um speed dating que lhes permita ter tempo para dizerem o seu nome, apelido, profissão, idade, o que gosta de fazer nos tempos livres e qual a sua fantasia favorita”, afirmou o presidente da associação.