25 de janeiro de 2008

Manifestação contra as torneiras automáticas das casas de banho dos centros comerciais juntou 50 mil pessoas

A manifestação ocorreu num dos maiores centros comerciais de Portugal, o Almada Fórum, e prolongou-se por seis horas, tendo a polícia sido chamada ao local para acalmar os ânimos e sendo mesmo forçada a recorrer ao gás lacrimogéneo. Segundo o porta-voz de um grupo de cidadãos, é inadmissível que as torneiras automáticas continuem a funcionar de forma deficiente e sem alternativas. "Cada torneira tem o seu dedo ou movimento predilecto, umas só deitam água se massajarmos o ponto preto no sentido dos ponteiros do relógio, outras no sentido inverso, outras exigem a presença das duas mãos quietas junto ao ponto preto. Com estas torneiras até podemos estar a poupar mais água e a salvar o planeta mas seremos a sociedade que mais tempo perde a lavar as mãos e também com as mãos mais nojentas de toda a história da humanidade", afirmou o porta-voz.