19 de julho de 2005

Eu quero ter uma empresa já. Estou doido, quero já!! Já tenho ai que booomm!

Está a ser testada em algumas zonas do país a possibilidade de criar uma empresa “na hora” em vez dos 747 dias 6 horas e 14 minutos de antigamente. Para os grandes empresários esta iniciativa não é nada de especial, visto terem muita prática com os passos necessários para criar empresas off-shore que é feito “na hora” há muito tempo. Chorei de alegria com as imagens demonstrativas no jornal das 8. A “encenação” era assim:

Funcionária das Finanças com ar moderno, simpático e eficaz: Então já sabe qual é o nome da empresa? Já viu nos cadernos?

Empresários contentinhos e entusiasmados: Sim, sim. Já sabemos.

Voz off explica todos os pormenores fantásticos. Fim da explicação e retoma do diálogo.

Funcionária das Finanças com ar moderno, simpático e eficaz: Pronto já está. A vossa empresa já está criada.

Empresários contentinhos e entusiasmados olham um para o outro como se dissessem “iiiiiuuuuupiiiiiii”.

Funcionária das Finanças com ar moderno, simpático e eficaz com aquele ar sóbrio mas orgulhoso de “já está. Dever cumprido. Próxima empresa”.