19 de julho de 2005

Cabum! Bombista do metro de Londres tinha camisola da selecção portuguesa. Esta notícia tem sido bem escondida mas Biscoito revela aqui o escândalo.

Bombista do metro de Londres tinha camisola da selecção portuguesa. Esta notícia tem sido bem escondida mas Biscoito revela aqui o escândalo. Um dos bombistas era professor numa escola e era fã da selecção portuguesa. Uma das fotos tirada com um telemóvel de 3º geração permite provar que o bombista no momento da explosão estava vestido com uma camisola da selecção portuguesa.

Biscoito entrevistou o irmão do bombista

Biscoito: Como é que te chamas pá ó meu granda monhé?

Irmão: Quer frô ? Estou a brincar pá!! O meu nome é John Rastafareniente

Biscoito: Conta lá o que sabes do teu irmão.

John Rastafareniente: Não sei se vocês sabem mas depois disso do Martunis, o Madaíl tem uma cena que é pagar a malta que se envolva em grandes tragédias. Desde que estejam vestidos com a camisola da selecção nacional na altura da tragédia.

Biscoito: Granda bronca pá!

John Rastafareniente: Pois, e o meu mano escolheu a camisola da selecção portuguesa. Era a melhor proposta pá.

Biscoito: Explica lá isso. Está a cheirar mal essa história.

John Rastafareniente: Havia três propostas. A da Selecção de Portugal, a dos Boston Red Sox e a da Selecção de râguebi da Nova Zelândia.

Biscoito: Mas sabiam que era para fazer isto? Um ataque bombista?

John Rastafareniente: Exactos. Era uma cena porreira para a Selecção Nacional e eles investiram nisso. E como eles agora não têm dinheiro para pagar, o Madaíl cortou-se e mandou proibir a exibição de imagens do meu mano com a camisola. O gajo tem de pagar .

Madaíl: Estava aqui a ouvir a história. John, não me lixes. Não proibi nada, pá. Não fiz nada disso. A ideia era pagar para todos verem a camisola da Selecção Nacional para dar prestígio a Portugal em mais uma tragédia famosa. Os ingleses não mostraram imagens dele porque é que tenho de pagar?

John Rastafareniente: Gilberto, o meu irmão estava com a camisola da selecção. Se ninguém viu não foi culpa nossa. Paga lá qualquer coisa pá.

Madaíl: Depois falamos nisso.

Biscoito: Madaíl essa cena é muito marada. Então tu patrocinas um ataque bombista, sabes o dia e tudo e guardas segredo de uma merda dessas? Tu foste cúmplice disso. Tu és um terrorista!

Madaíl: Ia contar o segredo e depois? Não havia surpresa nem atentado. Tinha de ser assim. Eu na Federação estou apenas concentrado em levar a imagem da Selecção Nacional mais longe. Quero que a Selecção e o país tenha prestígio! Ajuda o futebol português e atrai mais turistas para cá.