15 de março de 2011

Portugal está tão dependente do BCE que já é considerada uma relação de concubinato

O Banco Central Europeu terá comprado 18 mil milhões de euros em obrigações soberanas portuguesas desde Maio de 2010, detendo já 15 por cento do total. A dependência de Portugal relativamente ao BCE já colocou o nosso país numa posição subalterna idêntica à da concubina. Portugal, a “sopeira da Europa”, passa a ferro a roupa do BCE, tira as nódoas, atura os filhos que não são seus, cozinha, lava a roupa, lava a loiça, costura os botões, submete-se a violência doméstica e psicológica, aspira o pó, rega as plantas, é obrigada a fazer fretes sexuais porcos, a aturar excentricidades e humilhações sexuais por parte do BCE com total submissão e sem ter o direito de reclamar. “Esta comida está má, não sabes que não gosto do molho assim? Cala essa boca, eu dei-te autorização para abrires a boca? Não dei, pois não? Agora tira a roupa e chupa aqui”, exigiu Trichet, líder do BCE.

Siga o Biscoito no Facebook AQUI