9 de março de 2011

Cândida Pinto pressionada a candidatar-se à presidência da Líbia

Cândida Pinto, enviada especial da SIC à Líbia, está a ser muito pressionada para apresentar uma candidatura à presidência da Líbia. A jornalista tem recebido incentivos do exército regular e de algumas franjas que discordam do líder da oposição, Fathi Tirbil, e que vêem com bons olhos o nome de Cândida Pinto, um “novo rosto para uma Nova Líbia” e com provas dadas a liderar processos políticos delicados em Angola (1994), Guiné (1998), Kosovo (1999), Timor e Afeganistão (2001). Em entrevista ao canal al-Arabiya, Cândida Pinto afirmou que não está a pensar em avançar para uma candidatura à presidência da Líbia, “pelo menos por agora”. Apesar desta resposta, as fontes contactadas pelo Inimigo asseguram que Cândida Pinto já encetou contactos para a constituição de uma comissão de honra da candidatura, sendo que o general Ahmed Qatrani, encarregado da administração das forças militares em Benghazi, será o mandatário nacional.