28 de outubro de 2009

Nova fraude da Nigéria: portugueses pagam despesas burocráticas para receberem o bilhete dos U2 e convite para Google Wave que falecido há 10 anos deixou de herança

Milhares de portugueses estão a ser vítimas da mais recente fraude da Nigéria, aliciados pelo fácil acesso a coisas inatingíveis ao comum dos mortais. “Fui contactada pela viúva do general Abacha, ex-chefe do governo militar da Nigéria. Ele morreu há 10 anos e deixou dois bilhetes para o concerto dos U2 de 2010, em Coimbra. São para o relvado e permitem acesso à Bancada Inferior Sul. Fiquei descansada porque a viúva disse-me que enviava também o talão de compra da Fnac para fazer prova de que os bilhetes são verdadeiros. Transferi 300 euros para uma conta bancária de um banco fora da Nigéria para não dar espiga e estou a aguardar. O filho do Major Hamza Al Mustapha, antigo Chief Security Officer do General Sanni Abacha, vendeu-me um convite para o Google Wave e também já adquiri duas diárias no Ibis de Coimbra para os mesmos dias do concerto, herança recebida pela viúva de Johnny Paul Koroma, chefe da junta militar que governou a Serra Leoa entre Maio de 1997 e Fevereiro de 1998”, afirmou uma jovem fã dos U2.

Publicado no Inimigo Público de 23 de Outubro de 2009

Edição online do Inimigo Público aqui