18 de junho de 2008

ASAE apreendeu marcha de Alfama por usar acessórios como galheteiros e colheres de pau

A Marcha de Alfama foi desclassificada do Concurso de Marchas Populares cujo desfile ocorreu ontem na Avenida da Liberdade e estará afastada das competições durante os próximos dois anos. Cerca de 100 inspectores da ASAE interromperam o desfile da referida marcha depois de terem reparado nas indumentárias de dez membros além da detecção de outras situações irregulares como o uso de alcachofras, caravelas e manjericos não homologados, entre outras. "As embalagens de azeite que cobriam os corpos dos membros da marcha não cumpriam a lei. Nos rótulos das embalagens de azeite não constavam quaisquer informações sobre o prazo de validade, o tipo de azeite e identificação do produtor. Se a Marcha de Alfama quiser cumprir a lei terá de usar embalagens de azeite unidoses em saquetas ou em pequenas garrafas com tampa inviolável", afirmou António Nunes.