18 de junho de 2008

Abandono de carros superior ao abandono de animais

O abandono de animais em Portugal costuma aumentar a partir do Verão, mas este ano face à actual conjuntura económica e com a subida do preço dos combustíveis, milhares de portugueses estão a abandonar os seus carros por já não terem condições económicas para usá-los. Estes indivíduos abandonam o seu carro, mesmo que esteja novo, à porta de stands ou oficinas com a chave na ignição, livrete no porta-luvas e com o impresso da declaração de venda automóvel com os dados do vendedor já integralmente preenchidos. O número de abandonos de carros está a criar uma onda de solidariedade social e as associações que cuidam de bebés e animais abandonados já abraçaram esta nova causa. "Tenho aqui 800 carros e não sei o que fazer pois não tenho espaço nem dinheiro para os ter a todos. Os donativos já não chegam para pagar os respectivos parquímetros, registos, inspecções, selos e multas. Tenho ali 100 Hyunday Getz na rua de trás à espera que alguém os leve. Para a semana vou ter de os abater", afirmou um responsável da União Zoófila.