31 de março de 2008

Aluna que agrediu a professora será contratada pelo fisco para espancar noivos em interrogatórios

Depois do debate suscitado pela agressão de uma aluna a uma professora por causa de um telemóvel, o governo pretende apostar na integração social e profissional dos jovens aproveitando as suas capacidades em tarefas úteis ao próprio Estado. Segundo José Sócrates, esta medida equipara-se às oportunidades que as empresas disponibilizam aos piratas informáticos para trabalharem nos departamentos de segurança informática. " Esta rapariga poderá ser muito útil à Direcção-Geral dos Impostos caso mantenha a voracidade e a determinação que demonstrou com a professora. Depois de um "dá-me a factura, já!", nenhum noivo se negará a informar quanto custou e quem pagou o vestido de noiva. Os contribuintes ficarão tão aterrorizados com a aluna que denunciarão todas as falcatruas que conhecem dos fotógrafos, floristas e empresas de catering", afirmou Sócrates.