12 de dezembro de 2007

Maioria dos empregos criados na área do jornalismo corresponde a secções de óbito de revistas dedicadas à Noite

Os recentes homicídios e o actual estado da Noite em Portugal está a criar dezenas de postos de trabalho em publicações portuguesas dedicadas à noite. A revista mensal Noite.pt abriu há poucos meses uma secção de uma página para obituários de seguranças e proprietários, tendo contratado um jornalista para o efeito. Actualmente a secção de obituários já ocupa metade das páginas da revista, tendo já cerca de 50 jornalistas exclusivos na pesquisa e escrita de obituários. Tal como acontece noutras publicações, em que os obituários vão sendo feitos antes de as pessoas falecerem, a revista Noite.pt decidiu abrir mais 50 vagas depois da divulgação pública dos próximos alvos a abater.