10 de dezembro de 2010

Plano Inclinado passa a ser falado em mirandês para não afugentar os mercados

O programa mais dramático e pessimista da televisão portuguesa terá de ser reformulado para evitar maleitas maiores numa fase extremamente frágil depois do resgate europeu à Irlanda não ter acalmado os mercados em relação a Portugal, muito pelo contrário. Mário Crespo vai fazer as perguntas em swahili, Luís Duque vai responder em esperanto e Cantiga Esteves em aramaico e urdu. Medina Carreira vai vaticinar em mirandês e na língua inventada pelos Blasted Mechanism e estará proibido de mostrar gráficos e de franzir as sobrancelhas. Se mesmo assim os mercados não acalmarem, o programa passa a ser emitido com o som de trás para frente.