5 de março de 2009

Ryanair passa a operar apenas na internet para cortar custos

A low-cost Ryanair decidiu mudar definitivamente de modelo de negócio depois da drástica descida de tráfego, a desvalorização da libra e o aumento das taxas aeroportuárias. Segundo o CEO da companhia, Michael O'Leary, as viagens virtuais custarão cerca de 10 euros, sendo que cada volume de bagagem virtual custará 29 euros (até 15 Kg) numa viagem de ida e volta. “Se a crise continuar, poderemos descontinuar os destinos menos solicitados ou aproveitar os mesmos bonecos para viagens diferentes. Para poupar despesas com servidores, só vamos poder deixar entrar 1000 pessoas de cada vez no site ou então cobramos 5 euros por prioridade de embarque”, afirmou o director.



Bookmark and Share