17 de março de 2009

Detective privado fanático por Mac não fotografou amante do marido só para enquadrar melhor o logótipo da Apple na imagem

O grau de fanatismo por produtos Macintosh está a atingir proporções preocupantes. Dezenas de motoristas de autocarros, táxis, transportes de mercadorias, carteiros e pilotos de aviões já deixaram de cumprir o itinerário pré-definido só para poderem ver montras com produtos Mac. “Eu já prejudiquei muitas pessoas por causa da minha obsessão. Deixei uma pessoa morrer no dia do lançamento do iPhone em Julho de 2008. Tenho um amigo fotojornalista que só fotografa crianças africanas que tenham o corpo cheio de desenhos do logo da Apple feitos com chagas ou moscas”, afirmou um condutor de uma ambulância.


Bookmark and Share