7 de maio de 2008

Benfica continua a usar óleo de girassol para fritar Chalana

Depois de a ASAE ter apreendido 330 toneladas de óleo de girassol ucraniano, o Benfica já foi avisado para proceder, voluntariamente, à retirada do óleo suspeito. Num comunicado emitido ontem, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica fez saber que o óleo de girassol ucraniano está contaminado com hidrocarbonetos, como o benzeno, sendo que o contacto regular de Chalana com estes compostos poderá provocar depressão no sistema nervoso central do treinador e nos jogadores e leucemia, mesmo que os períodos de fritura não sejam muito longos. O ministério da Saúde já sugeriu a Luís Filipe Vieira que optasse por usar azeite, óleo de soja, canola, gérmen de trigo ou linhaça para fritar Chalana porque são mais saudáveis e ajudam a desenvolver as capacidades de aprendizagem, memória e concentração.