8 de maio de 2008

Anões fazem carjacking a Smarts

O número de casos de carjacking aumentou quase 60% no último ano. Ao contrário do que tem sido veiculado, o carjacking não é feito exclusivamente a carros de alta cilindrada, estando dependente das características físicas e psicológicas dos assaltantes. A maioria dos ladrões nostálgicos escolhe carros com autocolantes da discoteca Penélope e os apreciadores da antiguidade fazem carjacking no Museu dos Coches. A maioria dos indivíduos que não consegue ter filhos ou que espera há anos por uma criança para adoptar só assalta viaturas com o autocolante "bebé a bordo", os que ainda não perderam a virgindade só assaltam carros com computador de bordo e a maioria dos assaltos carjacking a transportes escolares são efectuados por professores que não conseguem colocação há muitos anos e que, assim, aproveitam para dar uma aula de história ou filosofia enquanto conduzem.