27 de janeiro de 2006

Vieiga e Veira


“É impossível separarem-nos" disse Luís Filipe Vieira referindo-se a José Veiga e a si próprio.
Para quem não sabe Luís Filipe Vieira e José Veiga são dois gémeos unidos pela cabeça. Ambos estão dispostos a correr o risco de morte para levarem vidas independentes. Vieira e Veiga compartilham um importante vaso sanguíneo entre os seus cérebros. A operação poderia demorar dois ou três dias. A pedido dos próprios, os cirurgiões já aceitaram fazer a operação depois de a terem negado em 1996 devido ao elevado risco de morte. Os cirurgiões vão precisar do vaso da perna de Veiga para compor um novo para Vieira antes que os seus cérebros possam ser separados.

Fernando Seara, autarca, comentador desportivo e cirurgião referiu: "Provavelmente esse será um dos aspectos mais críticos da operação. Como dissemos antes, o componente principal na cirurgia de Veiga e Vieira é o vaso compartilhado".

Vieira quer muito a separação mas não está muito confiante. Veiga aceitou o pedido de separação mas não quer ver Vieira a juntar-se mais tarde com outra pessoa.