27 de janeiro de 2006

10 anos e agora é que vens com essas merdas???

Jorge Sampaio quer que seja constituído um “catálogo restrito e claro dos crimes graves que podem justificar escutas telefónicas”. O ainda Presidente da República, que ontem presidiu, pela última vez nessa condição, à cerimónia solene de abertura do ano judicial, considerou que se “foi longe de mais na regulamentação” das intercepções telefónicas, frisando que o regime de escutas tem de ser “excepcional e minuciosamente controlado”.

Oiça tudo o que Sampaio e os outros políticos disseram, a partir de 10 euros/mês no novo podcast de escutas da PJ ligue já 800 69 69 69.