13 de janeiro de 2010

Analistas militares e de política internacional agradecem à Al-Qaeda por ter ajudado a voltar a trabalhar

A tentativa de explosão de um avião com destino a Detroit, EUA, fez recuperar o tema da ameaça do terrorismo. Alguns analistas portugueses sentem-se gratos por Obama ter decidido colocar de forma repentina no topo da sua agenda as questões de segurança. "Eu estou contente com este novo vigor da Al-Qaeda. Já não trabalhava desde o saudoso ano de 2005, ano dos atentados de Bali, Londres, Egipto e Jordânia. Isto de analisar o terrorismo é bem pago, não dá trabalho nenhum e não tem nada que saber. É só pegar no que se dizia há 5 anos e repetir", afirmou um analista de política internacional.

Publicado no Inimigo Público de 8 de Janeiro de 2010

Edição online do Inimigo Público aqui