5 de janeiro de 2009

Filha de Eduardo dos Santos comprou 33 % da parte vermelha da bandeira portuguesa e 51% das quadras do Hino Nacional

Isabel dos Santos, filha do presidente angolano, Eduardo dos Santos, comprou uma participação de 9,69% do BPI, anteriormente detida pelo Millennium BCP. Depois de algumas investidas em bancos portugueses, os capitais angolanos estão a fazer uma forte aposta na aquisição de símbolos nacionais. A maior cimenteira de Angola, a Nova Cimangola, empresa detida por Isabel dos Santos e Américo Amorim, pagou 67 milhões de euros pela maioria do brasão de armas de Portugal. Depois de ter adquirido a esfera armilar, o escudo português de prata, três dos cinco escudetes e quatro dos sete castelos de ouro, Isabel dos Santos já chegou a acordo para a aquisição de 75% da calçada portuguesa, 35% do Zé Povinho, 20% do jogo da malha, dois terços do Chefe Silva, a totalidade do idoso solitário que costuma acenar às pessoas na Avenida Fontes Pereira de Melo e o crepúsculo do feriado de 10 de Junho.