25 de setembro de 2007

Alunos das escolas de Trás-os-Montes vão usar baterias dos portáteis para se aquecerem no Inverno

O Primeiro-ministro aproveitou o regresso às aulas para distribuir portáteis, garantindo que esta medida resolve todos os problemas das escolas portuguesas. Os portáteis permitirão o fim das salas frias e húmidas que, em diversas escolas, chegam a atingir 13 graus centígrados. No entender do técnico figurante presente ao lado de Sócrates na escola C+S de Bragança, os carregadores AC dos portáteis oferecidos por Sócrates são uma boa opção para o aquecimento dos pés. “Caso chova dentro da sala de sala, a mala de neoprene do portátil é impermeável”, acrescentou. Sócrates revelou que ficava mais barato apetrechar os portáteis com desumidificadores incorporados do que estar a fazer obras de isolamento térmico em todas as escolas ou a substituir o estuque podre. A ERC já multou um órgão de comunicação social devido ao facto de um dos jornalistas da empresa ter perguntado de forma irónica se os anti-vírus dos portáteis resolviam o problema de construção das escolas que são compostas por placas de fibrocimento com amianto e que podem libertar fibras cancerígenas.