24 de setembro de 2007

Pais de crianças que abandonaram a escola mais cedo já conseguem comprar telemóveis topo de gama em Setembro

O abandono escolar em Portugal é deliberadamente provocado pelos pais por razões financeiras. O padrão obedece a um plano financeiro extremamente bem elaborado e reflectido, tendo como princípio orientador a diferença de preços dos manuais nos respectivos ciclos do ensino básico. A maioria dos pais não se importa que os filhos estudem até aos 9 anos de idade, mas não mais anos, devido ao baixo preço dos manuais (23,20€) do 1.º Ciclo. Com o preço dos manuais do 2.º ciclo a subir para os 77,60€, os pais começam a "preparar" o abandono escolar dos filhos não ajudando propositadamente os filhos nos trabalhos de casa e adquirindo uma televisão para o quarto do filho de forma a que este não durma mais de duas horas por dia. O efeito é o desejado péssimo aproveitamento escolar. Com os preços dos manuais do 3.º ciclo a estoirarem para os 131,65, preço de um GPS na Staples, à medida que o filho se vai aproximando do fim do 2.º ciclo, outras medidas são preparadas pelos pais para que o filho abandone definitivamente a escola: violência doméstica e ameaças de divórcio pré-combinadas entre o casal.