3 de fevereiro de 2007

Fisco declara fim do sigilo bancário para quem trate o cônjuge por bebé

O ministro das Finanças anunciou algumas novidades do seu ministério, durante uma intervenção no Centro de Congressos de Lisboa, onde decorreu um workshop de Contabilidade Criativa ministrado por Bagão Félix e promovido pela Câmara dos Técnicos de Oficiais de Conta. O ministro voltou a reiterar a ideia de que os funcionários públicos não vão ser despedidos, mas depois mais a sério, referiu que o sigilo bancário não vai ser levantado a quem trate o cônjuge por “môr” devido ao facto de estes serem contribuintes com menos estudos e menos posses. "Isso de tratar por bebé é irritante. Nós levantamos o sigilo bancário a quem apresente uma reclamação ao fisco. Levantamos o sigilo bancário sempre que haja situações extremamente irritantes", referiu o ministro.