8 de abril de 2006

A Vida tem tanta piada que (frequentemente) dispensa o trabalho de inventar piadas

Chego de Madrid cansado. Resolvo nem levar a mala para casa.
Dia seguinte acordo. Quero lavar os dentes. Onde está a escova? No carro dentro da mala. Vou de pijama ao carro buscar? Não. Tenho vergonha. Tomo banho visto-me e vou à rua? Não. Não gosto de tomar banho antes de lavar os dentes. Olho melhor e descubro algumas escovas de dentes antigas. Pronto estou safo. Pasta de dentes tenho. Abro a torneira para encher o copo. Não há água. Vou à cozinha abro a torneira e nada. Não há água em lado nenhum. Procuro por garrafas de água para safar. Encontro uma garrafa a meio mas como sempre acho que a água quando não está fresca tem um cheiro esquisito e decido não usar aquela água para lavar os dentes. Vou à rua comprar água? Não porque não gosto de ir à rua sem tomar banho. Resultado: tenho um problema grave na vida, pá! Não há água. Mas... olho para o meu frigo e tem um pacote de leite aberto. Hehehehe "vou lavar os dentes e usar leite, que giro". Cheiro o leite e não me cheira bem. Mesmo fresco o leite em pacote aberto não me cheira nunca bem. Mas... encontro um pacote de leite fechado a um canto por baixo de tralha. Porreiro! Está dentro da validade. Quero cortar o pacote. Não encontro uma tesoura. Não gosto de cortar com facas porque não e porque tenho medo de facas. Depois encontro uma tesoura e pronto.
Tentei não me esquecer que estava a lavar os dentes com leite e que apesar do sabor do leite não podia engolir leite com pasta de dentes.
Foi muito giro. Tenho uma bela vida.