17 de abril de 2006

Santana quer directas em que ganha quem tem mais pesquisas no Google

Pedro Santana Lopes em conferência de imprensa no Motel D´Lirius Azuis fez uma proposta estrondosa que consiste em definir como critério para chefiar o PPD-PSD ser o militante com mais pesquisas no Google. Depois de beber um copo de medronho light afirmou: “A minha proposta apresenta a criação de um órgão novo no partido chamado de Mesa do Google Nacional e que trabalhará diariamente no sentido de apurar se o actual líder foi ou não ultrapassado em pesquisas no Google por outro militante do PPD-PSD. Cada dia será um dia diferente. Os resultados serão actualizados de hora a hora e pode até ser giro o partido ter vários líderes diferentes e até repetentes no mesmo dia. Reparem que depois não se falava de outra coisa nos Média e é isso que me interessa para o partido de Amaro da Costa. Isto é Democracia”. Mas Santana Lopes não se fica por aqui. A sua proposta introduz cláusulas curiosas. Uma delas consiste em excluir das pesquisas do Google a secção de economia “não vá o António Borges ganhar isto com uma perna às costas”. Outra consiste em excluir a secção Ciência “não vá ganhar a Leonor Beleza deitar a unha ao PPD-PSD. Essa matulona lança prémios de Ciência de 1 milhão de euros todos os dias".