22 de dezembro de 2005

TGV de Esquerda

Bloquistas de Esquerda concordam com o projecto do TGV mas impõem certas e demasiadas condições tais como:

- Permitir que o uso e transacção de drogas leves dentro das carruagens seja legal;

- Que dentro do TGV seja possível abortar até às 12 semanas sem que isso seja considerado ilegal;

- Celebrar casamentos entre gays nas carruagens do TGV e isso ser considerado legal depois da viagem.

- Proibir a Joana Amaral Dias de frequentar o TGV devido ao facto de "a gaja ter traído o Bloco ao apoiar o Bochechas quando tinha um candidato dentro do Bloco";

- Salas de chuto no TGV;

- Pessoal de direita, empresários, pessoas que usem gravata, malta que seja de centro, e mesmo centro esquerda, pagam 200 euros e esse dinheiro vai todo para o Bloco de Esquerda.