19 de fevereiro de 2006

E se eu quiser até posso fazer piadas do dia dos Namorados de 2006 até dia 13 de Fevereiro de 2007 Cova da Moura Cocaína a um euro

A coisa mais romântica que Louçã disse à mulher dele (sei lá quem é!) no dia dos namorados: "O nepotismo dos grandes arautos dos interesses económicos, desses grandes corruptos, dos Ronaldinhos Gaúchos do branqueamento de capitais, com um dedito aqui e ali do Alberto João Jardim, provocaram uma subida dos preços e com isso da margem de lucro dos comerciantes de orquídeas, o que é chocante. Por isso não te ofereço nada o que é habitual pois o ano passado esses malandros fizeram o mesmo com os relógios da Swatch".

A mulher de Louçã, apesar deste incidente ofereceu na mesma a sua prenda a Louçã dizendo: "Olha corri o Martim Moniz de uma ponta à outra e consegui arranjar o que querias, o tal relógio que dá as horas daqui e o fuso horário da Albânia".
A marca chamava-se Trotswatch.