10 de fevereiro de 2009

Indivíduo processado por assédio sexual depois de mostrar no msn que estava a ouvir a música "Sexual healing" de Marvin Gaye

Um médico residente em Alcobaça está a ser investigado por assédio sexual a mais de vinte contactos do sexo feminino do Messenger, Last Fm, Blip Fm, Skype e bate-papo do Gmail. Apesar de a moldura penal ser mais leve que o abuso sexual de pacientes enquanto estas estão sedadas, o médico sente-se revoltado e afectado em termos profissionais. “Eu estou a ser vítima de uma campanha negra. Essas pessoas que me acusam nem estavam online nessa altura”, afirmou o médico que nega veemente a acusação de há 3 anos ter pago a uma amiga do hi5 para não dizer à polícia que ele colocava no msn frases tiradas de músicas de Barry White e Jane Birkin.