21 de março de 2007

Capitão América morreu porque estava em Portugal à espera de um rim

O Capitão América estava a viver em Portugal devido a uma sedutora proposta do MIT/Ministério da Administração Interna. Enquanto esperava pelos fundos da União Europeia para iniciar o projecto, o Capitão América ocupou o tempo lutando contra o crime sem quaisquer apoios. Um dia foi erradamente notificado pelas Finanças, que lhe levaram o escudo como garantia de pagamento das dívidas. Sem o seu escudo, teve mais dificuldade em lutar contra o crime. Um dia, lesionou-se na perna direita e, depois de esperar dois dias pela ambulância, foi operado à perna esquerda. Três meses antes de falecer, a sua carta de condução angolana é apreendida, dificultando ainda mais a sua vida, que se agravou de forma crónica depois de saber que o seu maior inimigo tinha adquirido o seu escudo por cinco euros numa hasta pública.