29 de setembro de 2009

Adriano ainda se está a adaptar ao Braga e ainda estranha o facto de não ser espancado pelos adeptos quando sai à noite

O brasileiro Adriano transferiu-se recentemente do FC Porto para o Braga e já assumiu que demorará algum tempo até adaptar-se totalmente a uma nova realidade. “Eu senti enorme diferença. Já estava acostumado a ter um campo de treinos só para mim, um balneário só para mim e a treinar num ambiente sossegado. Aqui treino com outras pessoas, tenho colegas de trabalho, os outros jogadores do plantel, não é? E essas pessoas até sabem o meu nome, cumprimentam-me todos os dias, conversam comigo normalmente, fazem-me perguntas e respondem a perguntas minhas. Que coisa estranha. Quando marco golos nos treinos, os meus colegas fazem uma coisa que eu não sabia que existia que é bater palmas. Confesso que quando eles correm atrás de mim para me abraçarem eu ainda fujo e começo a chamar a polícia”, afirmou Adriano.