16 de agosto de 2009

Guia Michelin para canibais: Ilhas Fiji e Papua Nova Guiné arrecadam a maioria das estrelas

O Guia Michelin para canibais - um dos mais conceituados guias gastronómicos para canibais do mundo - consagrou mais uma vez os chefs da tribo Fore, da Papua-Nova Guiné. O restaurante Port Moresby Voodoo Lounge, conhecido pela sua inovadora fusão entre a escola francesa, mediterrânea e a cozinha molecular, foi o único premiado com três estrelas. A qualidade da carne humana e a sua frescura impressionou os exigentes inspectores. Nas entradas o destaque vai para as vísceras com geleia de sangue aromatizado com baunilha e creme de anis e o cérebro de criança haitiana frito com molho de bílis, limão e alho. Segundo o inspector, o melhor da casa são os pratos de músculos. “Comer um médio glúteo, a carninha que está à volta do grande trocânter do fémur, acompanhado por um champanhe de olhos Krug Collection de 1985 é uma experiência obrigatória para qualquer canibal que se preze”, afirmou o inspector.