16 de setembro de 2008

Afirmação de Louçã teve grau de demagogia de 9,5 na escala de Daniel Oliveira

Um ataque de demagogia de “proporções dantescas” da autoria de Francisco Louçã atingiu o Porto no passado domingo. O epicentro do abalo localizou-se no Fórum de Ideias Socialismo 2008, iniciativa que marcou a rentrée política do BE. Os demagógrafos detectaram o grau mais alto de demagogia na seguinte afirmação: «Só espero que Aníbal Cavaco Silva, no dia em que apertar a mão a Nelson Évora, para o cumprimentar pelo ouro nos Jogos Olímpicos, se lembre da humilhação do que é o Dia da Raça». Tal como nos sismos, Francisco Louçã gerou as respectivas réplicas. O líder Bloquista atingiu uma consternação de grau 7,5 da Escala de Fernanda Câncio quando se mostrou preocupado com a recente onda de criminalidade e quando criticou a precariedade do emprego em Portugal atingiu uma inquietude inconsequente de Grau 9 da Escala de Rui Tavares.